Normalização de trabalhos acadêmicos


18/10/2016


CRÔNICA DE HOJE

Mensagem do além

João Bosco Miquelão*

 

 

O silêncio só era quebrado pelo ruído das teclas que ele pressionava ao digitar e o leve sussurrar do cooler de seu PC antigo.

Sozinho em casa, sem sono e sem vontade de ir para a cama, pensava no amigo que havia morrido há pouco tempo enquanto adivinhava nomes de frutas num joguinho do computador.

De repente um assobio agudo lhe pareceu ter saído bem próximo dele, a poucos centímetros de sua cadeira.Ele desviou o olhar do monitor, não viu nada estranho e voltou a concentrar–se no jogo.

– Bobagem minha. Não estou ouvindo nenhum assobio. Isto é imaginação – disse para si mesmo. E marcou a palavra pera.

Já se preparava para procurar outro nome de fruta escrito com a letra inicial erre quando novamente ouviu outro assobio.

Dessa vez mais forte, mais agudo.

Não havia mais qualquer dúvida: era mesmo um assobio, e dos fortes! Sentiu um leve arrepio nos braços, mas manteve-se firme e decidido a descobrir quem estava querendo assustá-lo. Só podia ser isso: uma brincadeira.

Todas as portas externas continuavam trancadas. Procurou nos quartos, olhou debaixo das camas, dentro dos armários e até no boxe do banheiro.

Nada! Ele estava mesmo sozinho em casa!

Naquela noite ainda ouviu mais duas vezes o assobio assustador.

Desistiu de procurar a origem daquelas notas agudas e foi deitar-se.

Passou a noite em claro.

Estava mal-humorado. Não conseguira nem tomar o café da manhã. Sua aparência era péssima – a de um homem cansado, a quem não faltavam olheiras.

Ficar sozinho em casa não fora uma boa experiência. Felizmente seus familiares chegariam naquela tarde.  

À noite a família estava toda reunida. Os filhos e a esposa, animados, conversavam alegremente. Faziam comentários sobre a viagem. Ele permanecia calado, pensativo. E isto não escapou à atenção de um dos filhos:

– Ei, pai, você está caladão!

– Caladão, mesmo – emendou a filha. Você não deve ter gostado do smartphone que lhe dei, pois não respondeu as mensagens que enviei. Ou, então, não gostou do modo que ele chama. Você pode mudar a configuração do toque... Que eu deixei com um assobio.

 

* Do livro Plinia trunciflora e outras crônicas. Niterói: Alternativa, 2016 (à venda na Livraria Ouvidor – Loja Savassi – Rua Fernandes Tourinho, 253 – Belo Horizonte, MG).

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br.

 

 

Escrito por João Bosco às 13h05
[ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Histórico