Normalização de trabalhos acadêmicos


20/07/2016


 

 

DEVIDO ÀS FÉRIAS ESCOLARES, ESTAREMOS EM RECESSO ATÉ O DIA 31 DE JULHO.

 

Contato: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 09h34
[ envie esta mensagem ] [ ]

16/07/2016


 

ESSE PINGUIM TEM HISTÓRIA

 

O pinguim [hum...que saudade do trema!] que aparece acima não é uma ave comum. Trata-se de Tux, que virou mascote e logotipo do Linux, o sistema operacional “aberto” mais famoso do mundo.


O criador de Tux foi Larry Ewing, vencedor de um concurso para escolher a imagem ideal de um pinguim que representasse bem o Linux (gordinho, feliz e com cara de quem comeu muitos peixes!).


  Contato com este blog:  jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 11h26
[ envie esta mensagem ] [ ]

14/07/2016


 

 

 

SOBRE NÓS


Este espaço tem como principal objetivo discutir a aplicação das normas da ABNT e prestar orientação às pessoas interessadas.


O grupo Normalizadores, que mantém este blog, é composto de ex-alunos de um curso ministrado pela ABNT em junho de 2004 na cidade de São Paulo.


Também fazem parte deste grupo outras pessoas convidadas, cujas atividades se relacionam com trabalhos acadêmicos, como é o caso da Professora Kátia Martins, de Belém, PA, e a Bibliotecária Emilce Maria Diniz, de Belo Horizonte, MG.


Eventualmente este blog atua como uma oficina de palavras, espaço em que se estudam questões atuais e curiosidades da língua portuguesa. Aqui também se discutem aspectos relacionados à arte de traduzir e assuntos sobre segurança na internet.


Devido ao sucesso obtido com a publicação de um microconto (crônica) no dia 29 de janeiro de 2010, publicaremos eventualmente esse tipo de produção literária, tanto as nossas crônicas como as de autoria de nossos colaboradores.


Para ler mensagens recentes, role a página.


Caso v. queira ver discussões antigas, procure-as nos links ao lado de acordo com os assuntos constantes do índice publicado no dia 1º de junho de 2012.




Moderador: João Bosco Miquelão (tradutor, revisor de textos acadêmicos e técnico em informática).



ESTE BLOG É VISTO EM MAIS DE 15 UNIVERSIDADES BRASILEIRAS. ELE TAMBÉM É LIDO NA ARGENTINA, ESTADOS UIDOS E FRANÇA. REGISTRA-SE A PRESENÇA DE SEGUIDORES EM UNIVERSIDADES DE PORTUGAL, ANGOLA, MOÇAMBIQUE E CABO VERDE.


 

 

Contato: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

 

 

Escrito por João Bosco às 12h30
[ envie esta mensagem ] [ ]

12/07/2016


CRÔNICA DE UM LEITOR DESTE BLOG

 

O OLEIRO E O BURRINHO

*Antônio Carlos Arruda

 

Era uma vez uma pequena olaria.

 

E essa olaria produzia pequenos tijolos em uma também pequena aldeia.

 

O oleiro trabalhava sozinho na lida, pois os filhos ainda eram todos pequenos e ele não tinha condições de pagar nenhum funcionário para ajudá-lo.

 

O único ajudante que tinha era um burrinho (pequeno também), que o auxiliava a amassar o barro e também transportava sua preciosa matéria prima até o local onde produzia seus tijolinhos.

 

No terreno ao redor da olaria existiam grandes buracos, de onde o oleiro retirava o barro. 

 

Como praticamente não circulava ninguém por aqueles campos, os buracos acabavam ficando abertos, pois o oleiro não via nisso nenhum risco.

 

Um belo dia o burrinho, encantado com uma mulinha que estava do outro lado da cerca, distraiu-se e acabou caindo num dos buracos.

 

Não teve ferimentos graves, pois a terra fofa no fundo do buraco acabou absorvendo o impacto, mas ficou ali preso. O buraco era fundo demais para ele conseguir sair sozinho.

 

Estava longe e por mais que zurrasse (sim, porque a "voz dos burros" chama-se zurro), ninguém o ouviu.

 

O pobre burrinho, devido aquele pequeno descuido ao ser flechado pelo cupido equídeo, ali ficou a noite toda, com fome, sede e estressado por sair dali.

 

No outro dia o  oleiro acordou de madrugada, como sempre o fazia, e ao chegar na olaria deu por falta do seu companheiro de trabalho.

 

Não tardou a encontrar o bichinho dentro do buraco, que ao vê-lo logo ficou de pé e começou a zurrar (lembro novamente que esta palavra um pouco estranha é a "voz" dos burros).

 

O oleiro não hesitou, correu até sua casa, pegou uma pá e retornou até o buraco.

 

Ali chegando começou a pegar terra do lado de fora do buraco e jogar sobre o burrinho.

 

Indignado o burrinho ficou a questionar o motivo do seu dono querer enterrá-lo vivo, depois de tantos anos de serviços prestados.

 

Enraiveceu-se, tremeu de revolta e à cada pazada de terra que recebia,  pulava, zurrava e  se agitava (na verdade ele queria mesmo era sair dali e dar um coice no ingrato dono).

 

Quando fazia isso, derrubava toda a terra que havia caído sobre seu lombo e acabava pisando sobre a terra que derrubara.

 

Depois de incontáveis pazadas e incontáveis pulos...

Após horas de trabalho do oleiro, o buraco estava cheio e o burrinho saiu alegre e saltitante, sorrindo alegre (burro sorri?).

 

Assim, o burrinho entendeu que na verdade  o dono não estava querendo enterrá-lo e sim teve uma idéia brilhante para retirá-lo dali. Retribuiu a gentileza do oleiro com generosas lambidas melecadas (argh!).

 

 

Moral da história:

 

"Nem sempre as pessoas que pensamos que estão tentando nos enterrar têm esta intenção. Muitas vezes a suposta ameaça é apenas uma forma de nos tirar do buraco."

* Cronista, residente em Belo Horizonte. Esta crônica pode ser encontrada neste link: http://restiasdeluz.blogspot.com.br/2016/07/o-oleiro-e-o-burrinho.html

 

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

 

Escrito por João Bosco às 18h48
[ envie esta mensagem ] [ ]

02/07/2016


É FÁCIL COMPRAR NORMAS DA ABNT

 

 

Escrito por João Bosco às 09h43
[ envie esta mensagem ] [ ]

AINDA SOBRE A FESTA DO TALENTO POÉTICO EM CURITIBA

Odete M. Xavier Costa (a segunda da direita para a esquerda) duranrte a premiação.

 

Contato com este blogjbmiquelao@uol.com.br

 

 

 

Escrito por João Bosco às 09h35
[ envie esta mensagem ] [ ]

22/06/2016


EVENTO LITERÁRIO IMPORTANTE SERÁ REALIZADO EM CURITIBA

 

A tradicional festa de premiação e lançamento da antologia “Talento Poético”, edição 2016, promovida pela Editora Becalete, será realizada em Curitiba no dia 25 de junho, próximo sábado.


Algumas poesias da mineira Odete Xavier Martins Costa, residente em Belo Horizonte, constarão dessa importante obra divulgadora do talento de nossos poetas (v. foto abaixo):  

 

 

 

 

 Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 10h41
[ envie esta mensagem ] [ ]

17/06/2016


USO EXAGERADO DE PALAVRAS DA LÍNGUA INGLESA

 

Luís E. M. Villaça, de Vitória, ES, preocupado com o uso exagerado do inglês na língua portuguesa, enviou-nos o trecho abaixo sobre anglicismos desnecessários:

 

“Fui ao freezer, abri uma coca diet, e saí cantando um jingle, enquanto ligava o meu disc player para ouvir uma música new age. Precisava de um relax. Meu checkup indicava stress. Dei um time e fui ler um bestseller no living do meu flat. Desci ao playground, depois fui fazer o meu cooper...”.

 

É óbvio que nossa língua não necessita de tantos “empréstimos” do idioma inglês.

 

Bastam os irremediavelmente necessários diante da informática e de outras aplicações tecnológicas modernas.

 

Na verdade o que se vê é muito mais do que isso. É modismo bobo, gente que às vezes nem sabe o significado direito, mas acha bonito empregar (muitas vezes pernosticamente) delivery, off, on sale e por aí afora.

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 13h20
[ envie esta mensagem ] [ ]

10/06/2016


FALEMOS SOBRE O RELATÓRIO

 

Para reflexão de mestrandos, doutorandos e pesquisadores acadêmicos

 

Há diversos tipos de redação técnica: as descrições e narrações técnicas propriamente ditas, os manuais de instrução, os pareceres, os relatórios, as teses e dissertações científicas (monografias em geral) e outros.

 

A bem da verdade, toda composição que deixe em segundo plano o feitio artístico da frase, preocupando-se de preferência com a objetividade, a eficácia e a exatidão da comunicação, pode ser considerada como redação técnica.

 

O relatório talvez seja o mais importante de todas as composições, pois há dele várias espécies. Nele se pode incluir um grande número de trabalhos de pesquisas usualmente publicados em revistas científicas sob a denominação genérica de “artigos”. (Segundo Othon M. Garcia, Comunicação em prosa moderna, 24 ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2004, p. 394 e 395).


Contato com este blogjbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 12h13
[ envie esta mensagem ] [ ]

09/06/2016


TROCADILHO 

 

 

Embora considerado vulgar por alguns “sérios”, o trocadilho depende de imaginação, inteligência e presença de espírito. Pessoas cultas, de nível de inteligência acima do normal, como Joyce, consagrado escritor irlandês, e Lacan, o mais importante psicanalista depois de Freud, eram exímios trocadilhistas.

 

Sem dúvida alguma, um dos mais famosos trocadilhistas no Brasil foi Lamartine Babo, compositor de músicas imortais, dotado de um senso de humor fino e de uma presença de espírito fora do comum.

 

Muito magro, fez até trocadilho sobre a sua própria figura: "Eu me achava um colosso. Mas um dia, olhando-me no espelho, vi que não tenho colo, só tenho osso".

 

Conta-se que certa vez Lamaertine Babo entrou numa agência dos correios para enviar um telegrama. A pessoa que o atendia começou a bater o lápis na mesa e enviou ao colega ao lado a seguinte mensagem em código morse: “magro, feio e de voz fina”. Para surpresa do funcionário, o compositor pegou o seu lápis e respondeu também em código morse; “magro, feio, de voz fina e ex-telegrafista”.

 

Nota: Este texto nos foi enviado por um leitor de São Paulo, SP.

 

Envie seu comentário ou dúvida a este endereço: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 09h14
[ envie esta mensagem ] [ ]

08/06/2016


NORMALIZAÇÃO É INCOMPATÍVEL COM DESORGANIZAÇÃO E INDISCIPLINA

 

 

 

Normas da ABNT

 

Segundo Maria Dias Bicalho, MS em Biblioteconomia e Informação, Normalização é incompatível com desorganização e indisciplina. O processo de normalização envolve ordem, uniformidade, eficiência, eficácia, racionalização, segurança, além de redução de custos, cuja consequência direta é a qualidade de produtos e de serviços prestados que têm como fim o usuário com a sua informação desejada e atendida no nível de sua expectativa.

 

Conforme José Carlos Tomina, da ABNT/ CB-24, desde o momento que acordamos, durante o dia todo e mesmo quando dormimos, as normas estão agindo em nossas vidas, seja no lar, no trabalho, na rua, no lazer, etc. Vejamos alguns poucos e simples exemplos,   que elucidam com muita propriedade a nossa interação e dependência em relação às normas:

 

a) logo de manhã, as escovas de dentes que usamos possuem cerdas padronizadas;

b) quando acendemos a luz, fazemos uso de lâmpadas e demais componentes elétricos normalizados;

c) no lar, o fogão, a geladeira e outros utensílios domésticos estão normalizados;

d) no carro, muitos dos equipamentos e acessórios são normalizados, como: pneus, luzes, airbags, rack para bagagem, pára-choque (inclusive a sua altura);

e) no escritório, um grande número de normas especificam as características que padronizam os computadores, as fotocopiadoras, as impressoras, os formatos de papéis, os equipamentos de comunicação, etc. Tudo para facilitar e tornar os equipamentos e produtos interoperáveis, ou seja, pode-se utilizar desde parafusos e porcas compatíveis até computadores que falam a mesma língua no mundo inteiro, incluindo-se aqui a própria Internet;

f) caso precisarmos de dinheiro ou pagar alguma compra, poderemos utilizar cartões de banco ou de crédito padronizados. Inclusive as embalagens das compras, alimentos e bebidas estão normalizadas. Para o próprio comerciante o uso do código de barras facilita sobremaneira o desenvolvimento dos seus negócios;

g) de volta ao lar, os brinquedos das crianças (inclusive as dimensões de suas pilhas) os aparelhos de TV, som e vídeo dispõem de qualidade e compatibilidade normalizadas;

h) nos finais de semana, fazemos uso de equipamentos esportivos desde bicicletas, caiaques, raquetes de tênis, bolas, câmeras fotográficas (dimensões de filmes e velocidades) padronizados.

 

As normas são instrumentos fundamentais para a competitividade de um país. Cita-se o caso da indústria de minério de ferro, que tinha pequena participação na ISO até 1983 e, quando passou a seguir a normalização, entrou em franco crescimento.

 

Contato com este blogjbmiquelao@uol.com.br

 

Escrito por João Bosco às 09h21
[ envie esta mensagem ] [ ]

06/06/2016


CURSOS E NORMAS A BAIXO PREÇO

 

 

 

 

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

Escrito por João Bosco às 12h07
[ envie esta mensagem ] [ ]

31/05/2016


 

CURSO DE CAPACITAÇÃO

 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS

 

 

Público Alvo: Estudantes e profissionais interessados em Normalização de Trabalhos Acadêmicos.

 

Objetivo: Auxiliar alunos e professores de graduação, pós-graduação e pesquisadores em geral na elaboração e apresentação trabalhos acadêmicos.

 

DIAS 9 E 10 DE JUNHO DE 2016 - Av. Paulista, 726 – 10º andar – Bela Vista – São Paulo, SP.

 

Informações: cursos@abnt.org.br.

 

 

 

Contato com este blogjbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 16h14
[ envie esta mensagem ] [ ]

22/05/2016


CUIDADOS COM OS EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA

 

 

1  – Evite comer e beber quando estiver usando o seu equipamento. Saiba que alguns insetos são atraídos por resíduos de comida e também apreciam componentes eletrônicos.


2 – Sempre desligue o monitor ao se afastar por períodos superiores a 3 minutos. Tempo ligado desnecessariamente é tempo a ser descontado da vida útil da tela.


3 - Não use notebooks nem tablets em cima de almofadas ou travesseiros. Isto pode prejudicar a dissipação do calor gerado no processador e outros componentes.

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 10h06
[ envie esta mensagem ] [ ]

18/05/2016


HOMENAGEM A UMA ANIVERSARIANTE

 

 

 

Parabéns pelo Aniversário - Abraço

 

 Mensagens de Aniversário - Parabéns pelo Aniversário - Abraço

 

 

 

 

Este blog tem a satisfação de cumprimentar a Professora Rosilene Rocha Martins, que aniversaria na data de hoje.  A simpática e inteligente professora compõe o quadro docente da PUC-Minas há vários anos, onde é respeitada e admirada por sua simpatia e dedicação ao trabalho.

 


 

Nossa homenageada possui Graduação em Turismo e Especialização em Planejamento Turístico pelo Centro Universitário Newton Paiva, e Mestrado em Turismo e Meio Ambiente pelo Centro Universitário UNA. Membro do Colegiado de Coordenação Didática e professora Assistente IV no Curso de Turismo - Bacharelado e Tecnólogo - da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Ela também é membro do Conselho Municipal de Turismo de Belo Horizonte - COMTUR.

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 18h14
[ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Histórico