Normalização de trabalhos acadêmicos


27/07/2014


LEITOR DESTE BLOG PARTICIPA DE PROGRAMA NA TV GLOBO

 

O renomado advogado criminalista Dr. Raimundo Silva, de São Luís (MA), teve destacada participação no programa “Na Moral” nesta última quarta-feira, em que foram debatidas questões relativas à Justiça.

 

A foto abaixo mostra nosso ilustre leitor durante o programa comandado por Pedro Bial:

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 19h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/07/2014


PORTUGAL RESISTE AO ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

O Acordo Ortográfico que volta a debate data de 1990 e — pode ler-se lá — “constitui um passo importante para a defesa da unidade essencial da língua portuguesa e para o seu prestígio internacional”. É a única motivação apresentada para que o acordo tenha sido assinado. Eu não concordo com ela.


É inegável que a língua com mais prestígio do mundo é a inglesa, que não tem qualquer acordo a regê-la. O inglês não precisa de unidade ortográfica para que as suas variantes britânica, americana ou australiana sejam inteligíveis. Mas não vou fugir ao tema: a vivacidade do inglês é muito própria e reside, também, no facto de não haver regras rígidas (para o hífen, por exemplo: “e-mail” já vem grafado sem hífen na edição de 2007 do Shorter Oxford English Dictionary). Além disso, as propriedades intrínsecas do inglês não são justificação para não aceitar o acordo da língua portuguesa. Justificação para não aceitar o acordo é o facto de ele não servir para nada e criar conflito com a tradição ortográfica portuguesa — desnecessariamente.

Continuação n/ link: http://livrodeestilo.wordpress.com/acordo-ortografico/.


 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br.

Escrito por João Bosco às 12h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/07/2014


COMEMORAÇÃO

 

A Língua Portuguesa celebra 800 anos.


Veja o vídeo: http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=748362&tm=4&layout=122&visual=61

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 11h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

27/06/2014


DE MALAS PRONTAS!

Vítor Renato Pereira Santos, de São Luís, Maranhão, embarcará na próxima terça-feira com destino à França. Ele está no final do curso de Engenharia Mecânica e Industrial no Instituto Federal do Maranhão (IFMA):


 

 

Como pesquisador esforçado e estudioso de motores navais, Vítor Renato vai passar um ano estudando no Institut Français de Mécanique Avancée (IFMA), Campus de Clermont-Ferrant Les Cézeaux:


 

 

O curso é financiado pela CAPES, via Programa Ciências sem Fronteiras.


Nossa amiga e leitora deste blog, a antropóloga Marina Pereira, Professora da UEMA, mãe do talentoso jovem, não esconde o misto de orgulho do filho e tristeza por sua ausência.


Quantas pessoas gostariam de ter um filho assim...


Parabéns ao Vítor e nossos votos de muito sucesso na carreira!

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

 

 

Escrito por João Bosco às 12h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/06/2014


GRUPO NORMALIZADORES

 

O grupo Normalizadores, que mantém este blog, é composto de ex-alunos de um curso ministrado pela ABNT em junho de 2004 na cidade de São Paulo.

 

Também fazem parte deste grupo outras pessoas convidadas, cujas atividades se relacionam com trabalhos acadêmicos, como é o caso da Professora Kátia Martins, de Belém, PA, e a Bibliotecária Emilce Maria Diniz, de Belo Horizonte, MG.

 

Este espaço tem como principal objetivo discutir a aplicação das normas da ABNT e prestar orientação às pessoas interessadas.

 

Eventualmente este blog atua como uma oficina de palavras, espaço em que se estudam questões atuais e curiosidades da língua portuguesa. Aqui também se discutem aspectos relacionados à arte de traduzir e assuntos sobre segurança na internet.

 

Devido ao sucesso obtido com a publicação de um microconto (crônica) no dia 29 de janeiro de 2010, publicaremos eventualmente esse tipo de produção literária, tanto as nossas crônicas como as de autoria de colaboradores deste blog.

 

Para ler mensagens recentes, role a página.

 

Caso v. queira ver discussões antigas, procure-as nos links ao lado de acordo com os assuntos constantes do índice publicado no dia 1º de junho de 2012.

 

 

Moderador: João Bosco Miquelão (tradutor, revisor de textos acadêmicos e técnico em informática).

 

 

Contato: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 14h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/06/2014


QUAL É O PERFIL DE SEU ORIENTADOR?

 

 

Escrito por João Bosco às 17h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/06/2014


ESCREVER BEM

 

Segundo Bruna Fasano (revista CRA-SP, nº 307, jan. 2012, p. 26), uma das ferramentas fundamentais do mercado de trabalho – e na vida – é a comunicação.

Quem fala e escreve bem o idioma tem mais chances de conquistar uma oportunidade de emprego, de fechar um bom negócio, de conhecer pessoas interessantes e de conquistar novas oportunidades.

Citando Reinaldo Passadori, fundador do instituto que leva seu nome, Fasano pondera: “As escolas se preocupam em oferecer bagagem teórica aos estudantes, em ensinar cálculos e ferramentas que utilizarão no ambiente de trabalho, mas ignoram quase que por completo o Português. Hoje é muito difícil encontrar um curso de graduação e até de pós-graduação que tenha oratória ou redação como uma das disciplinas obrigatórias”.

Despreparo, falta de treino e de intimidade com a língua geram, em muitos casos, um sentimento de frustração e ansiedade de correr contra o tempo perdido e recuperar o que foi ensinado ainda durante o ensino médio.

Dentre outros, os problemas mais recorrentes dos executivos são vocabulário fraco e uso exagerado de jargões profissionais, demonstrando a pobreza de vocabulário do interlocutor.

Ainda segundo Fasano, muitos administradores não conseguem expressar-se sem essas palavras e são incapazes de explicar seus reais significados a quem não as conhece.

Envie seu comentário ao endereço jbmiquelao@uol.com.br

 

Escrito por João Bosco às 09h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ESTAMOS COMEMORANDO

A 38.000.ª      (TRIGÉSIMA OITAVA MILÉSIMA)

VISITA A ESTE BLOG!

Escrito por João Bosco às 08h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/05/2014


AVISO


Este blog entrará em recesso a partir de hoje, devendo voltar às suas atividades normais no dia 5 de junho.

 

 

Escrito por João Bosco às 11h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/05/2014


ERRO DE TRADUÇÃO QUE FICOU MARCADO NA HISTÓRIA

 

A propósito da comemoração da data de nascimento da matemática italiana Maria Gaetana Agnesi, data essa lembrada hoje até pelo Google em seu buscador, cabe comentar um erro absurdo de tradução cometido por John Colson, também matemático, inglês, que aprendera um italiano macarrônico.

Ao fazer a tradução para o inglês de La versiera di Agnesi  (A curva de Agnesi), Colson descuidou-se e entendeu Lavversiera di Agnesi (A bruxa de Agnesi)!

 

 

Descrição da famosa curva estudada por Agnesi:


 

 

 

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 19h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/05/2014


DIRIMINDO UMA DÚVIDA

Como devem ser referenciadas as entrevistas citadas num trabalho acadêmico?


Segundo Júnia Lessa França e Ana Cristina de Vasconcellos (Manual para normalização de publicações técnico-científicas, 8. ed., Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009, p. 183-184), nas entrevistas individuais a entrada é feita pelo nome da pessoa entrevistada.


Já nos casos em que várias pessoas são entrevistadas ao mesmo tempo, a referência deve ter a entrada pelo nome do entrevistador.


Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 11h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/05/2014


LÍNGUA PORTUGUESA

 

EVENTO EM LUXEMBURGO

 

Qual o papel que a Língua Portuguesa assume no contexto mundial?


Será este um idioma estratégico de comunicação e um fator gerador de novas oportunidades empresariais?


De que forma é que as comunidades na Diáspora contribuem para a afirmação da nossa Língua?


Estas e outras questões vão ser debatidas num evento de celebração do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da CPLP, no dia 3 de maio, no Anfiteatro do D’Coque - Centre National Sportif et Culturel, em Kirchberg. 2, Rue Léon Hengen .


 


 

Mais detalhes neste linkhttp://observatorio-lp.sapo.pt/pt/noticias/celebracao-do-dia-da-lingua-portuguesa-e-da-cultura-da-cplp-decorre-no-luxemburgo

 

Contato com este blog:  jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 08h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/04/2014


INFORME

 

Professora Maria Tereza

 

Eventualmente este blog publica lições da professora Maria Tereza de Queiroz Piacentini.


Para quem não a conhece, a simpática mestra é Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina, autora de diversos livros e, além de exercer e ter exercido outras importantes atividades, foi responsável pela revisão da Constituição do Estado de Santa Catarina.

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 21h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/04/2014


RECADO DA ABNT

 

Contato com este blog:jbmiquelao@uol.com.br

Escrito por João Bosco às 15h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/04/2014


AULA DE PORTUGUÊS

HEXA E PENTACAMPEÃO

                                               --- Maria Tereza de Queiroz Piacentini*


Desde 2002, quando o Brasil se sagrou pentacampeão, temos a preocupação com o próximo campeonato mundial de futebol: seremos hexa? Em decorrência disso, surgiu o questionamento sobre a pronúncia deste termo, visto que há divergências entre os dicionaristas. Bom, se divergem é porque existem duas práticas correntes – isso é fato incontestável. Dicionários mais antigos se pautam pela pronúncia original do grego e informam que o correto é falar como se houvesse o fonema /k/ ali no meio, que o Aurélio registra como /cs/. O Houaiss, mais recente, diz que a letra X deve ser pronunciada como /z/ simplesmente.

 

O que de fato ocorreu foi uma simplificação do som original, um certo comodismo de nossa parte, que nos levou a falar he/z/agonal, he/z/ágono, he/z/asperma, por exemplo, em vez de he/kz/agonal, he/kz/ágono e he/kz/asperma.

 

Só que ao nos depararmos com a palavra reduzida – hexa – voltamos à pronúncia original (he/ks/a), até porque a opção com /z/ soaria falso e quase incompreensível. Imaginemos como seria engraçado alguém responder “ÉZA” a um repórter que lhe perguntasse: “Na próxima Copa o Brasil poderá ser o quê?” – “Hexa!”

 

Enfim: imagino que o povo todo vai falar estas três palavras como sugere o dic. Aurélio, com o som de k+s: hexa, hexacampeão, hexacampeonato. Nas demais – sempre palavras eruditas, como hexagrama, hexaciclo, hexaedro – só o tempo dirá qual pronúncia vai se firmar: por ora, valem as duas. Aliás, não é monopólio do português essa ocorrência de dupla pronúncia dentro de um mesmo país. Nos Estados Unidos, para dar um exemplo, em relação a often e route tanto se pode ouvir /ófen/ quanto /óften/ ou /raut/ e /rut/.

 

E há também as palavras cuja pronúncia muda com o tempo. Lembro-me que nos anos 70, quando a acerola foi trazida das Antilhas para o Brasil, era fechado o som do o /acerôla/, como no espanhol. À medida que a frutinha foi sendo popularizada, ela passou a ser chamada de /aceróla/, pela nossa tendência a pronunciar o ó aberto.

 

Por oportuno, repito aqui a historinha que contei no Mural de Consultas nº 40: Muitas palavras que hoje pronunciamos de um jeito foram pronunciadas de outro modo séculos e anos atrás. Basta ver o caso de senhora, que já foi “senhôra” no Brasil. Cheguei a descobrir num caderno de meu pai de 1932, quando ele tinha 16 anos, a anotação de surpresa e espanto: “Pois hoje o professor chegou na sala dizendo senhóra!”

 

GRAFIA

 

--- Por que não se pode escrever pentacampeão separadamente (penta campeão) ou com hífen (penta-campeão)? – pergunta um torcedor-leitor do Rio de Janeiro.

 

Porque se convencionou que os prefixos e elementos de composição de substantivos e adjetivos devem ser escritos junto com a palavra-base, sem hífen, com as exceções estipuladas no Acordo Ortográfico de 2009. Entre eles figuram os prefixos que dizem respeito a números: bi, tri, tetra, penta, hexa, hepta etc. Assim sendo, sempre escrevemos: hexacampeão, pentacampeonato, pentacapsular, tetravô, trilegal, bifocal, bianual.

 

É preciso observar que, quando esses prefixos ou pseudoprefixos se antepõem a palavras iniciadas por r ou s, essas duas letras devem ser dobradas para que se informe a leitura correta: bissexual, trissulco, trirretângulo, pentassílabo.


* Maria Tereza de Queiroz Piacentini é Diretora do Instituto Euclides da Cunha e autora dos livros 'Só Vírgula', 'Só Palavras Compostas' e 'Língua Brasil – Crase, pronomes & curiosidades' - www.linguabrasil.com.br

 

Contato com este blog: jbmiquelao@uol.com.br

 

 

Escrito por João Bosco às 12h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Histórico